São Vicente e o mistério da vocação

Para todo aquele que se sabe chamado por Deus, mais do que fazer ou pregar missão, importa ser missionário (nunca funcionário), assumindo as exigências de sua vocação batismal e vivendo em consequência da graça que lhe foi conferida como continuador da obra salvadora de Jesus Cristo. O empenho missionário será, então a mais bela manifestação de sua maturidade vocacional e fecundidade espiritual. Pe. Vinícius Augusto Ribeiro, CM

Outros artigos