Ir. Giustina Boggione: Cavaleira de Mérito da República Italiana

O Presidente da República Italiana – Sergio Mattarella – conferiu a honra de Cavaleiro da Ordem ” Mérito da República Italiana” à Irmã Giustina (Marcella) Boggione, nascida em Turim em 17 de Abril de 1940 e há 61 anos Filha de Caridade de São Vicente de ‘Paulo, servindo adolescentes e jovens mais marginalizados pela sociedade.

Ir. Giustina viveu seus primeiros anos de vocação em Milão e enquanto se preparava para pronunciar seus “primeiros votos”, graduou-se em Economia e Negócios na Universidade Católica do Sagrado Coração, iniciando sua missão na escola para secretários da Empresa aberta pela Comunidade Vicentina na mesma cidade. Em seguida, surgiu a necessidade de um diretor no Centro de Treinamento Profissional II do Instituto Salotto e Fiorito em Rivoli (perto de Turim). Sr. Giustina é então instalada como Diretora de Cursos Profissionais.

O Senhor escreve Sua história de caridade através do trabalho de Ir. Giustina em favor de um número crescente de jovens e adultos aos quais Ele garante trabalho e futuro. Ir. Giustina iniciou uma relação construtiva com um empresário de Turim, iniciando – desde os anos 80 – a experiência de alternância de trabalho escolar para todos os alunos da escola profissional.

As necessidades educacionais dos jovens e adolescentes, no entanto, expressam expectativas que vão além da pura formação profissional; o cuidado com a promoção da vida e educação de cada um para o projeto pessoal de vida, entendido como o chamado do Senhor, constitui o fundamento educacional da Irmã Giustina. 

Os valores típicos da cultura e da missão vicentina, isto é, a aceitação e a proximidade, a promoção da dignidade humana, mesmo e especialmente quando esta é toldada pela degradação e pela miséria, têm apoiado e motivado a responsabilidade, fortemente sentida pela Irmã Justina, de alcançar especialmente os jovens mais fracos ou, de qualquer forma, mais facilmente excluídos da escola e das oportunidades de formação, por causa das dificuldades pessoais e sociais. O objetivo tem sido e é dar-lhes ferramentas culturais e profissionais, com vistas a valorizar a pessoa de cada um, como cidadãos e como filhos do mesmo Pai.

Esta consciência e compromisso são transmitidos pela Irmã Giustina também à equipe de instrutores que, diariamente, não só transferem habilidades e habilidades práticas aos jovens e adultos presentes no Salotto e no Fiorito, mas também mostram durante as atividades atitudes de cuidado pessoal, sentimentos de afeto e benevolência para com cada pessoa, pois o aprendizado só é bem sucedido se todos se sentirem apreciados e estimados como pessoa.

Artigos semelhantes

Médio Oriente

A ternura de Deus

Os seis países da província do Médio Oriente têm as suas raízes na Bíblia: “Ciro, rei da Pérsia [IRÃO dos

Ler mais…