Resolução do Problema das Mulheres dos Sem-Abrigo

Logotipo da Associação

A parceria entre a equipe de São Vicente (FFESV), a Sociedade de São Vicente de Paulo(SSVP) e a Congregação da Missão (CM) deu origem a criação de um centro dia em Paris para vinte mulheres, na rua de Sèvres 97, Paris. Foi nomeada centro Louise e Rosalie, com audácia pode iniciar a 12 de Novembro2020 em pleno confinamento devido a Covid 19.

Com o lema “indo para as periferias” todos os parceiros trabalharam arduamente durante três anos para ultrapassar muitos obstáculos, cada um tocando a sua “peça”:

– a Congregação da Missão por providenciar o lugar;

– as Equipas de São Vicente e a Sociedade de São Vicente de Paulo para encontrar fontes de financiamento e procurar um designer de interiores para transformar uma área de 160 m2 num espaço prático que satisfaça todos os padrões, que são numerosos em França. (Foi necessário instalar um elevador de carga para a pequena elevação entre o pátio e o local; permitindo o acesso de uma cadeira de rodas à pequena cozinha de 10 m2 , etc.). As fotos com este artigo oferecem-lhe um vislumbre do empreendimento de sucesso.

Certamente, as medidas de saúde restringem os dias, as horas de recepção, o número de pessoas acolhidas e as refeições servidas, mas não as mulheres voluntárias que estão todas presentes para o encontro!

Pela manhã, as mulheres encontram-se com o coordenador do dia que prepara uma oração relacionada com o serviço; segue-se um diálogo. Beneficiam também de encontros com profissionais que servem no centro, de momentos de alimentação espiritual, e de “releituras” regulares, uma reflexão e partilha sobre eventos passados, a fim de melhor viver o presente.

A Associação escolheu um arranjo flexível, considerando que “acontecimento, que é Deus” (Ir Suzanne Guillemin). Tudo é uma possibilidade…

Uma Filha da Caridade ofereceu-se para realizar serviços de “pedicure”.

Assim, as mulheres familiarizadas com os “sem abrigo” encontram no Centro um acolhimento caloroso e incondicional e um quarto bem aquecido; há chuveiros, máquinas de lavar roupa, secadores, um computador, um pequeno lugar para dormir ou simplesmente para se deitar, e uma refeição servida de acordo com os regulamentos sanitários. Já foram organizados workshops durante os quais, por exemplo, foram feitas as decorações de Natal. Estas mulheres que atualmente frequentam o local têm contatos com assistentes sociais, foram enviadas por outras associações, ligaram para o SAMU Social (número de telefone para o serviço de emergência médica e social para os sem abrigo), puderam consultar um “Guia de Solidariedade”, ou chegaram ao centro por “palavra de boca em boca”.

Desejamos a esta nova Associação o melhor da jornada, marchando nas pegadas da Providência!

Madame de Villeneuve, Chefe de ACCUEIL LOUISE ET ROSALIE

Entrevista com Madame de Villeneuve, Chefe Do Centro Louise e Rosalie.

Artigos semelhantes

Médio Oriente

A ternura de Deus

Os seis países da província do Médio Oriente têm as suas raízes na Bíblia: “Ciro, rei da Pérsia [IRÃO dos

Ler mais…